Tag Archives: Conteúdo Saudável

12 nov
2014
#BlogueirasYamada: suco detox
   Por: Ste Costa

Genteeee, muito feliz com esse post! Lembram de quando falei aqui sobre o programa Bela Cozinha do GNT e o quanto adoro o estilo da Bela Gil e suas receitas saudáveis? Então, assistindo ao meu primeiro vídeo para o projeto #BlogueirasYamada me senti a própria ahahaha.

 

Digue lá se não estou parecida #meachando kkkk

 

Quem acompanha a minha rotina através do @Bloggers4fit e do meu perfil pessoal no Instagram (@stefaniacosta segue aê!) sabe que desde que comecei a me preocupar em ter uma alimentação mais saudável inseri diariamente o suco verde na minha vida. Os benefícios são inúmeros, mas uma das coisas que mais percebi é o quanto a minha resistência aumentou. Antigamente eu vivia gripada e hoje em dia é muito raro eu adoecer ou quando a gripe vem não passa de um resfriado leve! Foi pensando nisso que resolvi mostrar a minha receita e contar um pouco mais dos benefícios do suco verde no projeto Blogueiras Yamada. Solta o play, clica em HD e aproveita as dicas! ;)

 

 

Gostaram? A Yamada conta com uma variedade de frutas e verduras incríveis, além do suco Detox Monstro que é uma mão na roda para quem não tem tempo para preparar a receita sempre.

Fiquem de olho na Fanpage da Yamada para acompanhar todos os meus looks e várias outras trends diariamente no projeto Blogueiras Yamada. Bjo, bjo!

 

Gostou? Deixe um recadinho!
7 jan
2014
Top Posts 2013
   Por: Ste Costa

Vamos continuar no clima “recordar é viver”? Ontem compartilhei com vocês um ranking com os looks mais vistos e hoje é a vez de falar sobre oas tags “trend”, “make”, “review”, “eventos” e “fitness” que também bombaram por aqui. Acho que é uma boa oportunidade para quem está conhecendo o CF agora! Então vamos lá?

 

Amo falar sobre tendências e fiquei muito feliz em perceber que vários “chutes” meus acabaram entrando no gol e a moda realmente pegou! Na sequência da foto:

Anota aí: barroco / Da cozinha da vovó para as passarelas / Para eles: mix de pulseiras (siiim, os homens também tem vez por aqui) / Com o apache na cintura / Smack (♥ ♥)

 

Outra coisa que adoro é maquiagem! No blog rolaram várias resenhas de produtos e inspirações pra gente, mas pretendo fazer muito mais em 2014. ;)

Para colorir os lábios (batom-lápis BBB da Natura) / Tutorial carnavalesco (olha ideia pro carnaval que tá chegando) / SPFW Inverno 2014: makes reais

 

E as resenhas de produtos? Essas não faltaram por aqui! Em meio a taaaanta variedade no mercado é sempre legal quando encontramos uma opinião antes de gastar grana comprando o produto né? Dá uma olhada em algumas das minhas dicas:

A Beauty Blender brasileira / Disfarça e seca / Pretinha do mangue (vale entrar pra ver a minha foto hilária kkk) / No rosto: Vichy & La Roche / Vitaminados / Limpar sem lavar (esse fez sucesso hein!)

 

O tema fitness está em alta no mundo inteiro e por aqui não foi diferente! Tem várias postagens legais com a tag #Bloggers4fit (dá uma olhada aqui) e Conteúdo Saudável (escritos pela nutri Thaísa Luz). Selecionei abaixo as mais queridinhas:

Conteúdo Saudável: alimentação esportiva / #Bloggers4fit (apresentação do projeto com vídeo de lançamento)  / Barriga tanquinho: mitos e verdades

 

E pra fechar com chave de ouro, não poderia deixar de lembrar das duas edições do Mulher na Moda, um super projeto que trouxe a Belém as blogueiras Camila Coutinho e Lalá Noleto. Além dos talk-shows com as bloggers, também rolou um lounge e uma exposição no Boulevard Shopping… foi tudo tão incrível que às vezes nem acredito que conseguimos! Vale MUITO a pena ver de novo. :)

 

MNM: o momento mais esperado (sobre a primeira edição com a Camila) / MNM Lounge: o que rolou / MNM Verão Sunset: tudo e mais um pouco / MNM: uma experiência diferente

 

 

Ufa, quanta coisa legal né? Mas chega de retrospectiva, o próximo post será sobre 2014 com direito a fotos lindas de Santa Teresa no Rio de Janeiro. Oba! ♥

 

Espero que tenham gostado amores! Bjo, bjo!

 

 

Gostou? Deixe um recadinho!
3 out
2013
Conteúdo Saudável: cereais
   Por: Ste Costa

Vocês já estavam com saudade da tag Conteúdo Saudável? Eu estava morrendo! A nossa querida nutri Thaisa Luz estava envolvida em outros projetos e por isso ficamos algumas semanas sem os nossos posts, mas agora voltamos com força total! E o assunto da vez é algo que muito interessa e que temos ouvido falar bastante atualmente: cereais. Quer conhecer alguns deles, saber as principais propriedades e benefícios? Então você está no lugar certo! Tá contigo Thaisa! ;)

 

Hoje vamos listar alguns cereais que devem ser inclusos na alimentação diária de cada um de nós, e descrever os seus benefícios.

Considerado um cereal funcional, a aveia é rica em proteínas, vitaminas (principalmente as no complexo B), minerais (como ferro, cálcio, magnésio, zinco, cobre e manganês) e carboidratos integrais. É também, uma excelente fonte de fibras, principalmente a betaglucana, que auxiliam na diminuição dos níveis de colesterol no sangue, pois age absorvendo as gorduras, ajudando assim a prevenir problemas cardíacos. Por ser rica em fibras, a aveia dá a sensação de saciedade e auxilia na regulação do transito intestinal, deixando o intestino funcionando como um “reloginho”.

A aveia apresenta três tipos: Flocos (grão praticamente in natura), farelo de aveia (feito com a camada externa do cereal) e Farinha (produzida da parte mais interna da aveia, não contendo tantas fibras alimentares).

Grão da moda, o amaranto é rico em proteínas e boa fonte de cálcio e ferro. Auxilia na saúde do coração reduzindo os níveis de colesterol e triglicérides, além de conter boa quantidade de aminoácidos não essenciais, aqueles que o organismo não produz. Não contém glúten, sendo indicado aos portadores de doença celíaca.

Pode ser cozido de 5 a 10 minutos e ser acrescentado à salada, frutas e vitaminas ou pode ser utilizado em massas e panquecas, entre outras preparações, na versão farinha.

Considerada o grão dos astronautas, a quinoa possui grandes concentrações de proteínas, vitaminas E, C e do complexo B, fósforo, zinco e ferro. Tem potente ação cicatrizante, analgésica e anti-inflamatória, e ainda traz boa quantidade de fibras. É indicada para atletas, pois ajuda na recuperação muscular, é de fácil digestão, e tem pouca quantidade de gordura e colesterol.

Por ser rica em proteínas, pode ser ótima substituta de carne, sendo recomendada aos vegetarianos. Pode ser incorporado também a saladas e batidas de frutas. Assim como o amaranto, não contém glúten.

Escura ou dourada, a semente do linho é uma das principais fontes de ômega 3 e 6, importantes para a prevenção de doenças cardiovasculares, controlando níveis de triglicérides e colesterol. Fornece ótimas quantidades de potássio e contém vitamina E, um excelente antioxidante natural, entre outras vitaminas e minerais. Seu consumo melhora as defesas e funcionamento do organismo.

A linhaça é mais bem absorvida na forma de farinha, sendo assim o ideal é que as sementes sejam moídas no liquidificador antes do consumo. É muito utilizada no preparo de pães e misturada nas grandes refeições ou em cereais matinais, sucos, molhos, iogurtes, entre outros.

Cereal integral saboroso e rico em vitaminas do complexo B. Possui mineral como o magnésio, que ajuda na contração muscular, importante na prática de atividades físicas. É rica também em cálcio e ferro.

Para o consumo, basta cozinhar em água, e adicionar a cevada para enriquecer saladas, sopas e outros pratos.

Cereal fonte de proteínas, importante para os músculos, pele e unha. É rico em ferro e é fonte de fibras, que ajudam no esvaziamento gástrico e intestino “preguiçoso”.

Esse é o grão mais conhecido por nós. Presente nas refeições diárias (principalmente dos brasileiros), o arroz é uma excelente fonte de energia, fornecendo proteínas, vitaminas e minerais e baixo teor de lipídios.

 

Perguntei para a Thaisa sobre o arroz/trigo integral, se realmente é melhor consumir esse tipo do que o normal. Ela me respondeu que sim porque ele contém maior quantidade de nutrientes e fibras que controlam o intestino e tem poder de saciedade. Mas também não quer dizer que o arroz polido não seja bom, ele é, mas o integral é mais. ;)

 

Gostaram do post? Qualquer dúvida é só falar!

 

 

 

Gostou? Deixe um recadinho!
19 jul
2013
Conteúdo Saudável: o que comer na praia
   Por: Ste Costa

Opa, peraí, a tag Conteúdo Saudável não entra sempre no início da semana?? Tem algo de errado aqui! Não, não, eu explico! O tema de hoje tem tudo a ver com quem está arrumando as malas para curtir o verão! A nossa querida nutricionista Thaisa Luz vai falar um pouco sobre alimentação para a praia com direito a duas receitinhas deliciosas e super práticas no final! ♥

Então, papel e caneta na mão e vamos nos cuidar hein? Nada de jacar no fim de semana! Bjo, bjo!

Chegou a estação que a maioria dos brasileiros gostam: VERÃO! E aqui no Pará ainda temos o privilégio de ter sol durante quase o ano todo! O fim de semana chega e todos já se preparam para curtir, seja em praia de água doce, salgada, igarapé (muito comum na região) ou até mesmo em uma piscininha.

Só que muita curtição nos faz esquecer, na maioria das vezes, o cuidado com o bem estar e a saúde. O post de hoje vai ajudar as meninas e os meninos de como se precaver dos excessos e passar o mês das férias saudável, com a cara do verão! ;)

 

Nesta estação, o corpo pede um consumo maior de líquidos para compensar as perdas de água e sais minerais decorrentes da transpiração. Por isso, é necessário realizar algumas adaptações nos hábitos alimentares. Frutas, verduras, legumes, peixes e água não podem faltar pra quem deseja uma alimentação leve e saudável, pois esses alimentos favorecem a digestão.

Uma vitamina importante é a vitamina C! Ela age como um dos melhores antioxidantes que combatem a ação dos radicais livres, deixando o organismo mais saudável, as células protegidas e, de quebra, previne contra o envelhecimento. As fontes de vitamina C são frutas cítricas (laranja, limão, caju, acerola, morango) e vegetais, como o tomate, mas, principalmente, os verdes escuros (pimentão, couve, agrião, espinafre). Além disso, a vitamina C ajuda na absorção do ferro proveniente das proteínas, como carnes bovinas.

 

A exposição ao sol ajuda o organismo a produzir vitamina D se for tomado em doses moderadas e no horário adequado (até as 10h da manhã e depois das 16h). Todos nós estamos cansados de saber que a exposição indevida pode causar alguns danos e malefícios, como o câncer, desidratação, manchas na pele, entre outros, por isso, não se esqueça do filtro solar e chapéu. Dentre suas funções, a vitamina D vai proteger as células da pele e ajudar na absorção de Cálcio na dieta. Algumas fontes dessa vitamina, que também pode ser adquirida pela alimentação, são os ovos, leite e peixes, que são ricos em ômega 3.

A água é primordial para essa época. Lembrem-se: estado de sede já é considerado desidratação! Mantenha sempre em mãos uma garrafinha com água, principalmente se estiver na praia. Aposte também na água de coco, rica em nutrientes que, além de deixar o organismo hidratado, ajudam na manutenção das células e tecidos. As frutas que apresentam maior teor de água são a melancia, melão, abacaxi, pêra, laranja, tangerina, carambola, morangos, uvas, coco, etc.

 

Tome cuidado com os alimentos consumidos na praia! A exposição ao calor faz com que o produto se torne um ambiente propício para a proliferação de bactérias e, por isso, todo cuidado é pouco com ostras, camarões, sanduíches ou saladas de frutas vendidos sem que se saiba a procedência.

E só para ressaltar: nem todos os líquidos ajudam a hidratar. As bebidas alcoólicas, entre elas, as cervejinhas e destilados, têm efeito contrário no organismo, pois não satisfazem a necessidade de água e ainda provocam a perda de nutrientes pela urina. Para aqueles que não abrem mão de consumir, a dica é ingerir essas bebidas com moderação, intercaladas com água e sucos, a fim de evitar a desidratação. Os refrigerantes também devem ser evitados.

 

Para ficar saudável também no verão, abaixo segue uma receitinha de um Suco Verde e um Sanduiche Natural, simples e deliciosos, com muitos nutrientes e antioxidantes:

 

Pronto! Agora é só degustar e pegar uma onda esperta, mas cuidado com o jacaré!

Gostaram das dicas? Fiquem a vontade para sugerir novos temas!

Gostou? Deixe um recadinho!
2 jul
2013
Conteúdo Saudável: nem só de baixas calorias vivem as dietas!
   Por: Ste Costa

Primeiro de tudo quero pedir desculpas pelo tempo sem atualizar essa tag aqui no blog! O texto já estava prontinho pela nossa querida parceira Thaisa Luz, mas com as demandas do #MulherNaModa eu ainda não havia conseguido postá-lo.

Fico feliz de ver que o Conteúdo Saudável está fazendo o maior sucesso por aqui! O post de hoje, que já é o terceiro da série, foi feito atendendo ao pedido de uma leitora e o assunto é bem interessante e diferente! Vamos lá?!

Uma das leitoras do blog nos atentou para a importância que temos dado para o tema emagrecimento e nos sugeriu que abordássemos também dicas para aquelas pessoas que querem ganhar peso de forma saudável, claro. E aqui estamos nós, atendendo às sugestões!

 

Mesmo num mundo onde grande parte das pessoas é considerada sobrepeso, caminhando para a obesidade (com estatísticas comprovadas!), é muito comum conhecermos aqueles chamados “magros de ruim”, que não engordam de jeito nenhum mesmo comendo quantidades exageradas de alimentos.

 

Isso ocorre em decorrência de muitos fatores, partindo de causas hormonais (hipertireoidismo) até o metabolismo acelerado ou doenças mais graves. É muito importante, no primeiro momento de avaliação, questionar os motivos que causam a magreza, já que nem sempre a pessoa que é considerada magra está com o organismo normal e saudável. É válido ressaltar que num corpo magro não necessariamente significa que há uma boa reserva de tecido muscular e pouco tecido gorduroso. Há pessoas muito magras que têm um alto percentual de gordura em função do sedentarismo, hábitos alimentares incorretos e dos longos intervalos de tempo sem se alimentar.

 

Pode-se pensar que não, mas para as pessoas engordarem saudavelmente a dificuldade chega a ser tão alta quanto a das que querem emagrecer, pois é interessante que o aumento de peso seja por conta de massa muscular e não de gordura. E isso se dá pelo combo de sempre: bons alimentos + atividade física.

 

 

O cuidado com gorduras e o controle no aumento do colesterol HDL e dos triglicérides são preocupações ao tratar pacientes com baixo peso. A dieta adequada deve conter vitaminas e minerais, calorias que podem ser aumentadas e não simplesmente açúcar e gordura. Ela precisa ser equilibrada com carboidratos, proteínas e fibras. E, diferente do que muita gente pensa, sem excesso de gorduras.

 

Frituras e doces são os primeiros na lista de quem deseja aumentar de peso. No entanto, pode exigir mais trabalho digestivo para o organismo, mais gasto de energia e, no fim, chances menores para formação de gordura e músculos ausentes. Ganhar peso sem aumentar o teor de gordura do corpo é o ideal, mas tem de ter paciência!

 

É preciso manter uma dieta hipercalórica e mudar o tipo de alimentação. Mas é importante não sair por aí comendo tudo o que vê pela frente. A regra de evitar alimentos ricos em calorias, mas com pouco valor nutritivo permanece. Nada de abusos nos restaurantes fast-food, por exemplo. O indicado é consumir uma dieta que forneça os nutrientes apropriados para promover um ganho de peso saudável, como carnes (ou qualquer outro tipo de proteína), cereais, leguminosas, verduras, frutas, nos mais variados modos de preparo.

 

 

 

 

 

Gostou? Deixe um recadinho!
13 mai
2013
Conteúdo Saudável: dietas de revista, quem nunca?
   Por: Ste Costa

Hello amores, como foi o Dia das Mães? Espero que repleto de alegrias e abraços gostosos!

Hoje é dia de mais uma participação da querida nutricionista Thaisa Luz e antes das dicas dela gostaria de agradecer a todos que entraram no blog para conferir o #Post 01. O sucesso da tag foi enorme e recorde de curtidas no botão aqui do lado! Então vamos lá porque hoje o tema é muito interessante, tá contigo Thaisa!

 

“Ela não andaaa, ela desfila, ela é top, capa de revista…”  rs.

 

Olá pessoal! Essa semana procurei trazer um tema bem atual e tenho certeza que muitos de vocês já tiveram interesse, e até dúvidas a respeito.

 

Funks a parte, o post vai falar sobre as “Dietas Milagrosas”, que tanto vemos estampadas nas capas das principais revistas voltadas para o público feminino (e até masculino!). Nos dias de hoje, a sociedade estabeleceu um padrão de beleza levando, principalmente as mulheres, a irem em busca do corpo perfeito. Então, qual pessoa que se olha no espelho e, não satisfeita com o corpo, não pensa em partir para uma dieta vista na revista semanal? Ou até mesmo na internet? Ou aquela dieta que funcionou com a amiga(o)? Muitas discussões giram em torno desse assunto, mas, antes de tudo, priorizar a saúde é fundamental para se sentir bem. Qualquer um ficaria extremamente satisfeito com resultados tão expressivos em tão pouco tempo. Imaginem só, perder 7 a 8 kg em uma semana?! E eis que aí mora o perigo…

 

Segundo dados da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), a maioria dessas dietas de revistas podem trazer danos à saúde de quem as seguir à risca como, por exemplo, a anemia, queda de imunidade, vertigem, hipoglicemia, o efeito sanfona e até possíveis desmaios.

E o porquê disso é que muitas vezes se tem: cardápios restritivos, curto tempo de duração da dieta e não associação com a atividade física, implicando num regime totalmente instantânea e maléfica.

 

Além disso, grande parte desses regimes não promove a reeducação alimentar, primordial para ganhar, manter ou perder peso saudavelmente.

Então, aqui vão algumas dicas pra vocês esquecerem as dietas de revista, e começarem a rever os hábitos alimentares:

- Comer comer… Realizar refeições saudáveis todos os dias, de três em três horas, faz o organismo permanecer com o seu metabolismo constante, agregando os nutrientes para a formação e reconstrução de células.

 

- Tranquilidaaaade. Mastigar bem e devagar os alimentos contribui para a saciedade e ajuda na digestão e absorção dos nutrientes. Por isso, reserve um tempo bom e calmo para realizar suas refeições.

 

- Coma com os olhos. Montar o prato colorido, com todos os grupos de alimentos, faz com que mais nutrientes sejam absorvidos e utilizados pelo corpo.

 

- Quanto mais frutas, melhor! Diminuir o consumo de produtos industrializados, refrigerantes, doces, açúcares em geral e gorduras. Em contrapartida, atribuir mais frutas in natura, sucos de fruta, legumes e verduras no cardápio.

 

- Não espere a sede. A sede já é sinal de desidratação! Para que isso não aconteça, ande com uma garrafinha com água e se mantenha bem hidratado no decorrer do dia.

 

- Movimente-se! Nada melhor que alimentação saudável e exercício físico, juntos!

 

Gostaram?! Dá um like lá em cima, e me conta nos comentários as dúvidas a cerca desse assunto, e o que gostariam de saber nas próximas semanas!

Até a próxima.

Gostou? Deixe um recadinho!
29 abr
2013
Conteúdo Saudável: alimentação esportiva
   Por: Ste Costa

Tenho uma super notícia para começar essa semana! ♥ ♥ ♥

O Conteúdo Fútil acaba de ganhar uma colaboradora que, além de ser um amor de pessoa e super meiga, vai nos ajudar na busca diária de uma vida mais saudável através da alimentação. É a nutricionista Thaisa Luz que quinzenalmente nos dará dicas valiosas sobre como comer direitinho. O primeiro post, sobre alimentação para auxiliar na prática de exercícios físicos, foi sugerido por mim e vou adorar tirar as dúvidas que pairam na minha cabeça! Espero que vocês também! Vamos lá?

Que a alimentação e a atividade física tem estado cada vez mais próximas, isso muita gente sabe! Elas andam juntas, como irmãs, quando se quer: emagrecer, manter o peso ideal, aumentar o desempenho corpóreo, desenvolver músculos, aumentar o condicionamento em academia, entre outros. Cada vez mais, as pessoas, principalmente os jovens, vêm se preocupando em chegar rapidamente no seu objetivo, sem pensar se isso pode ou não acarretar problemas à saúde.

Nossa primeira conversa, então, será sobre a alimentação adequada em momentos de: pré-treino e pós-treino para desportistas ou atletas.

 

A alimentação é indicada antes do treino para obter melhor rendimento durante a atividade, e após, para garantir que o organismo se recupere do esforço realizado. Então aqui vão dicas de como realizar a alimentação de forma ideal pra atingir os objetivos de emagrecer (diminuir massa gorda) ou hipertrofiar (aumentar massa magra ou massa muscular).

- O carboidrato tem como função fornecer energia para o corpo sendo o principal combustível para o cérebro. Com isso, uma refeição pré-treino, de 40 minutos antes, deve conter carboidratos de médio ou difícil digestão (como frutas, torradas integral, iogurte desnatado, barras de cereais – carne vermelha ou branca magra acompanhada de purê de batata ou arroz) para que a glicose atue e possa entrar lentamente no processo do metabolismo, durando o treino todo.

- Durante o treino, só é necessário que tenha a ingestão de algum alimento quando o mesmo for acima de 1h e 30min (mais comum para atletas). Nesse caso as bebidas hidroeletrolíticas, como Gatorade, conseguem repor a energia necessária para continuar a atividade. No entanto, existe uma bebida natural, que desempenha perfeitamente esse papel: água de coco. Essas bebidas são mais indicadas a quem desejar ganhar massa muscular. Antes desse período, a água natural faz a hidratação do organismo adequadamente.

- A refeição pós-treino, preocupa-se em repor energia, hidratar e reconstruir massa muscular. A proteína entra como a principal responsável nesse processo de reconstrução, devido à síntese dos músculos ser maior após o exercício físico e não durante como muitas pessoas pensam. Então, quando o objetivo é hipertrofiar, pode-se consumir após o treino carboidratos de fácil digestão (sucos, bolachas salgadas, pão, geléia – salada, arroz) para que entrem logo na corrente sanguínea e proteína (carnes magras); quando o objetivo é emagrecer é indicado que haja o consumo de proteína até 30 minutos após o treino (os suplementos alimentares podem ser usados nesse momento), e, só depois de 1 hora, inserir o carboidrato a uma refeição preferindo os de difícil digestão, como os alimentos que tem fibras.

 

A alimentação feita de forma correta antes de iniciar o treino, é necessária para que preserve a massa muscular, o metabolismo não diminua, e os nutrientes sejam utilizados como a energia que se precisa até o final do treino.

É por essas e outras, que não se consegue fazer as duas coisas ao mesmo tempo (hipertrofiar e emagrecer) de forma satisfatória.

Sendo assim, para recomendar a alimentação é interessante saber a intensidade e o tempo do exercício, pois cada indivíduo tem a sua necessidade e o Nutricionista é o profissional mais capacitado para isso.

Gostou? Deixe um recadinho!